Testou positivo para Covid-19? Saiba como fazer o isolamento domiciliar

Medidas de segurança são essenciais para evitar a contaminação de outros moradores da casa

Com o alarmante aumento de casos de Covid-19 em todo o Brasil e em Mato Grosso do Sul é preciso relembrar alguns cuidados necessários no dia a dia para evitar ainda mais contágios.  Conviver no mesmo espaço físico que uma pessoa infectada requer atitudes importantes para que os demais moradores da casa não sejam infectados. Nessa hora surgem muitas dúvidas sobre o que fazer para se proteger.

Fazer o isolamento domiciliar não é tarefa fácil. O ideal é que quem testou positivo para o coronavírus fique em um cômodo com banheiro, isolada das demais pessoas da casa, mas sabemos que nem sempre isso é possível, seja pelo tamanho da casa, quantidade de cômodos e por diversos outros fatores. Além do distanciamento, a situação mexe também com o emocional das pessoas.

Coordenador de Tecnologia da Informação, Cleber de Lima Silva conta o que mudou em sua rotina depois que testou positivo para a doença. “Precisei ficar isolado em um quarto/escritório da casa e somente com acesso a um banheiro ao lado. Olhava meus filhos brincarem somente pela janela e fiquei bastante tempo deitado com o objetivo de descansar e aliviar os sintomas do coronavírus”, comenta.

Tomando todos os cuidados necessários durante o isolamento domiciliar, Cleber destaca que a esposa e os dois filhos não foram infectados. “Tomamos todos os cuidados desde o início para que ninguém mais em casa fosse contaminado. Nesse período, minha esposa, para variar, liderou tudo e com muita propriedade. Tive muito apoio da minha família e dos parentes, o que nesse momento de recuperação da doença é essencial”, fala o coordenador.

Confira algumas dicas da Unimed Campo Grande durante o isolamento domiciliar:

-Use máscara de proteção pelo maior tempo possível, especialmente se precisar cruzar com os demais moradores ou compartilhar algum cômodo da casa. As pessoas não infectadas também devem usá-las para aumentar a proteção

– Mantenha distância de pelo menos um metro dos outros moradores

– Os cômodos utilizados pela pessoa infectada devem ser limpos com frequência, de preferência por ela mesma

– Mantenha a janela aberta para circulação de ar

– Locais tocados muitas vezes, como torneiras e interruptores precisam ser higienizados todos os dias

– Talheres, pratos, copos e outros objetos de uso pessoal não devem ser compartilhados com demais membro da casa

-Sofás e cadeiras também não devem ser compartilhados

-Roupas de cama precisam ser trocadas com frequência

– O lixo da pessoa infectada deve ser descartado separadamente em um saco plástico, lacrado e, de preferência, que seja identificado como material infectado

Vale ressaltar a importância de utilizar produtos adequados na hora de fazer a limpeza da casa e dos objetos, como água sanitária, desinfetante, álcool 70 %, sabão em barra ou líquido, além de não esquecer de higienizar as mãos com água e sabão ou com álcool em gel 70% com frequência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram
WhatsApp