Ministério da Saúde libera R$ 4 milhões para construção de SVOs em Dourados e Campo Grande

Com investimentos de R$ 4 milhões do Fundo Especial de Saúde, o Ministério da Saúde aprovou projeto em que firma parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), para a construção de dois Centros de Verificação de Óbitos (SVO) que serão instalados nos municípios de Campo Grande e Dourados. Os extratos dos contratos foram publicados nesta quarta-feira (6), no Diário Oficial da União.

Após a construção dos novos centros, os municípios passarão a ter mais agilidade e autonomia para determinar a causa do óbito, nos casos de morte natural, sem suspeita de violência, com ou sem assistência médica, sem esclarecimento do diagnóstico e, principalmente, aqueles por efeito de investigação epidemiológica.

Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, a solicitação faz mais de 20 anos que está sendo cobrada pela população. “Infelizmente, o serviço funciona de forma precária dentro das instalações do IMOL (Instituto de Medicina e Odontologia Legal). Vamos construir dois, um para atender toda a região da grande Dourados. O outro para atender a região de Campo Grande, Corumbá e Três Lagoas”.

O Centro de Verificação de Óbitos (SVO) de Campo Grande está orçado em R$ 2,4 milhões e terá 600 m². Já o de Dourados está orçado em R$ 1,6 milhão e terá 400 m². De acordo com o projeto, as instalações terão os seguintes ambientes: recepção, wc-público, wc-funcionários, banheiros masculino e femininos para funcionários, sala de coordenação, sala administrativa, sala de reunião/treinamento, copa, DML, almoxarifado, área para desembarque de cadáveres, entrada de cadáveres, recebimento de cadáveres-câmara fria, sala de necropsia, vestiários/paramentação, sala de utilidades, laboratório geral, laboratório de macroscopia, laboratório de histologia, sala de microscopia, sala de lado, depósito, arquivo de peças, repouso/plantão, CPD/Rede, áreas técnicas e resíduos, assistente social.

Rodson Lima, SES

Foto: Divulgação/Coordenadoria Geral de Perícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram
WhatsApp