Geral

Resistência à prisão e motorista de aplicativo embriagado; Detran-MS flagrou quase 80 bêbados em blitz

De resistência à prisão até motorista de aplicativo embriagado, os cinco dias de operação de trânsito do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) resultaram em quase 80 condutores flagrados dirigindo sob efeito de bebida alcoólica apenas em Campo Grande. A informação é do chefe do setor de Fiscalização de Trânsito do órgão, Otílio Ruben Ajala Júnior. Segundo ele, 1.439 abordagens foram feitas.

O balanço das operações feitas na última semana indica que 77 motoristas foram autuados. Destes, 69 recusaram o teste final do etilômetro, cinco tiveram a influência de álcool constatada e outras três pessoas foram presas porque o nível de álcool ultrapassava o limite considerado administrativo, que é de 0,33 mg de álcool por litro de ar soprado, de acordo com o artigo 306 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

No sábado (24), um condutor de 32 anos se mostrou alterado e mesmo após ter passado pela triagem com teste positivo para alcoolemia no equipamento passivo, recusou-se ao bafômetro e protagonizou uma cena de resistência, obrigando os policiais militares a efetuarem a prisão. Nessa situação, foi lavrado um TCACP (Termo Circunstanciado de Alteração da Capacidade Psicomotora) e o homem foi levado até a Depac Centro (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

Ainda no sábado, um motorista de aplicativo, que seguia sem passageiros, realizou o teste com índice de 0,51 mg de álcool por litro de ar, configurando o crime de trânsito que acabou em prisão.

Ao todo, 32 CNH´s (Carteira Nacional de Habilitação) foram apreendidas, quatro carros e duas motos foram recolhidos ao pátio do Departamento.

As ações foram realizadas pelo Departamento de Trânsito em conjunto com o 1º Batalhão da Polícia Militar e Guarda Civil Metropolitana, com foco na Lei Seca e o intuito de garantir a segurança viária.

Vivianne Nunes, Detran-MS

Foto: Edemir Rodrigues

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *