SAS participa de força-tarefa para atender pessoas que tiveram auxílio emergencial negado

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS), através da Superintendência de Proteção Social Básica, está participando, junto a Defensoria Pública da União (DPU) do “Projeto DPU Emergencial”, uma força-tarefa realizada até o dia 26 de fevereiro para atender demandas referentes aos pedidos de Auxílio Emergencial que foram negados ou suspensos de forma indevida. O benefício foi criado ano passado pelo Governo Federal por conta da pandemia da Covid-19.

Segundo informações repassadas pela equipe da DPU à SAS, pelo menos 1,5 mil pessoas tiveram o Auxílio negado em Campo Grande e devem buscar o mutirão, que irá analisar os pedidos referentes ao Auxílio Financeiro Emergencial e Auxílio Financeiro Emergencial Residual.

A ação teve início nesta segunda-feira nos Cras (Centros de Referência de Assistência Social) Vila Nasser, Jardim Aeroporto, Guanandi, São Conrado, Los Angeles, Moreninhas II e Estrela Dalva. As unidades foram selecionadas com o objetivo de contemplar as sete regiões da Capital e facilitar o acesso a todos os usuários do sistema de Assistência Social do município que necessitarem de suporte jurídico.

De acordo com a superintendente de Proteção Social Básica, Inês Mongenot, foi realizada uma capacitação com os coordenadores e funcionários das unidades para orientar sobre o preenchimento dos formulários on-line necessários para análise jurídica das demandas dos auxílios. Os profissionais também foram instruídos quanto ao processo de agendamento.

“A DPU já entrou em contato com essas pessoas via e-mail para que elas levem aos Cras as documentações solicitadas”, disse Inês. A superintendente ainda explicou que para cada pessoa foi solicitado um tipo de documentação, já que os motivos de negativa são diversos. Também é necessário levar os documentos pessoais.

Para consultar as demandas que serão atendidas pelo mutirão e a lista de documentos para cada uma delas, basta acessar o link www.dpu.def.br/dpu-emergencial e verificar as instruções de cada caso. Novos agendamentos podem ser feitos pelos canais da Defensoria Pública da União. Informações pelo site https://www.dpu.def.br/

O “Projeto DPU Emergencial” está sendo executado em todo o país, mobilizando defensores, servidores e colaboradores, para atender as demandas relacionadas ao Auxílio Emergencial. O primeiro mutirão do Projeto aconteceu em Sorocaba/Votorantim (SP), de 1º a 12 de fevereiro.

Serviço:

  • Cras Vila Nasser – R: Januário Barbosa, 366 – Bairro Vila Nasser. Telefone: 3314-4482 RAMAL: 6084
  • Cras Jardim Aeroporto – Rua Rio Galheiros, 470 – Bairro Jd. Aeroporto. Telefone – 3314-4482 RAMAL: 6072
  • Cras Los Angeles – Rua Arthur Pires, 885 – Bairro Los Angeles (esquina com Afonso Celso). Telefone – 3314 4482 RAMAL: 6074
  • Cras Guanandi – Rua Itaguassu, 07 -Bairro Guanandi. Telefone – 3314-4482 RAMAL: 6068
  • Cras São Conrado – Rua Livino Godoy, 777 – Bairro São Conrado. Telefone – 3314- 4482 RAMAL: 6080
  • Cras Moreninhas II – Rua Pariris, 330 – Bairro Moreninha II. Telefone – 3314-4482 RAMAL: 6075
  • Cras Estrela Dalva – Rua Palmeiras s/n, esq. com Marques de Herval- Bairro Jardim Futurista. Telefone – 3314-4482 RAMAL: 6067

Os Cras atendem das 7 às 11 horas e das 13 às 17 horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram
WhatsApp