Mãe é presa por estuprar e afogar a filha de 5 meses no banho: ‘Saiu com a criança morta no carrinho’, diz polícia

Uma mulher de 21 anos foi presa em flagrante e autuada pelos crimes de homicídio doloso e estupro de vulnerável, após matar a filha de 5 meses, na noite dessa terça-feira (22), na Vila Bandeirante, em Campo Grande. O crime teria ocorrido no momento em que ela dava banho da vítima.

Segundo a delegada Fernanda Piovano, responsável pelas investigações, foi um médico plantonista da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Vila Leblon quem viu as lesões e acionou socorro. Ao investigar o caso, a polícia soube que a mulher saiu com a criança morta no carrinho e foi até a casa de uma amiga.

“Esta pessoa achou estranho a criança estar quieta por tanto tempo e notou o óbito, levando as duas para o Upa Leblon. Ela deu entrada por volta das 22h (de MS), mas, o óbito aconteceu bem antes, conforme os médicos que atenderam. Agora, o bebê vai passar por exame necroscópico”, afirmou ao G1 a delegada.

Ainda conforme a polícia, a amiga da suspeita prestou depoimento. Questionada sobre os fatos, a jovem, que ainda possui outros dois filhos, confessou o crime. No entanto, ao falar sobre as lesões encontradas na região genital da vítima, ela permaneceu em silêncio. Ela não tinha antecedentes criminais.

O caso foi atendido pela Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) e será encaminhado para a Depca.

*G1 MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram
WhatsApp