Polícia Civil identifica e indicia suspeito de praticar golpes em Campo Grande

A Polícia Civil, através da 6ª Delegacia de Polícia de Campo Grande/MS, indiciou um homem de 28 anos suspeito de praticar diversos golpes nesta Capital.

O indivíduo anunciou um veículo Fiat/Uno, ano/modelo 2006/2006, em uma rede social de compra e venda por R$ 6.000,00 e vendeu o mesmo carro para várias pessoas e não o entregou. Ele pedia um sinal para “segurar” o negócio e depois sumia.

Para um casal que efetuou a compra à vista, por R$ 5.100,00, ele se apresentou com um nome falso, entregou o veículo e disse que o mesmo estava apenas com o licenciamento e IPVA do ano de 2020 atrasados. O suspeito afirmou que o carro era de uma tia dele e que ela iria ao Detran e ao cartório com eles para regularizar a transferência.

Ocorre que essa tia nunca apareceu e, em seguida, o casal foi ao Detran e verificou que as dívidas do veículo somavam mais de R$ 4.000,00. O casal conseguiu localizar o acusado para desfazer o negócio e ele afirmou que venderia o carro para outra pessoa e os pagaria.

O casal inicialmente não aceitou, pois outra pessoa seria enganada, mas o suspeito disse que a venda estava certa e que este comprador sabia que o carro era “bob” (carro com restrições administrativas/jurídicas).

O indivíduo marcou de mostrar o carro para o novo comprador, juntamente com o casal e no local combinado, ele não permitiu que as partes se interagissem muito e contou uma história diferente para o casal e outra para a nova vítima.

Para o casal, ele disse que poderiam ir embora e que o novo comprador não iria mais ficar com o carro. Para o novo comprador, falou que o casal trabalhava na Prefeitura e que era para irem todos até lá para terminar de fechar negócio.

Em seguida, levou o novo comprador em seu veículo, uma VW/Saveiro, que ele adquiriu a prazo direto com o proprietário e não cumpriu com o combinado, sendo que, ao chegarem a Prefeitura, pediu que a vítima lhe entregasse o valor acordado, R$ 5.500,00 para ele ir contando e que entrasse no pátio que o casal lhe aguardava.

A vítima entrou no pátio e não tinha carro ou casal algum, voltou e o suspeito já tinha ido embora, deixando a vítima sem o veículo, sem dinheiro e sem carona. Os Policiais da 6ª Delegacia de Polícia conseguiram identificar o acusado e foram até seu último endereço. O local parece ter sido abandonado às pressas e o suspeito está em lugar incerto e não sabido.

 

Texto: Acadêmico Ramon Mattos

fonte: Polícia Civil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram
WhatsApp