Política

Reinaldo Azambuja é o governador que mais cumpre promessas no País, aponta G1

Mesmo enfrentando crise econômica nacional e a pandemia da Covid-19, o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, é o gestor estadual que mais executou ações e obras prometidas em 2018, conforme levantamento do G1, o Portal de notícias da Globo. Das 24 promessas feitas, cumpriu 14, com índice de 58%, mais que o dobro da média nacional, que foi de 26%. O segundo melhor desempenho foi do governador do Ceará, Camilo Santana, com 47%, seguido por Renato Casagrande, do Espírito Santo, que cumpriu com 44% das promessas.

O G1 analisou as promessas cumpridas, não cumpridas e cumpridas em parte pelos governadores dos 26 estados e do Distrito Federal em dois anos e meio de mandato. Entre as promessas cumpridas por Reinaldo Azambuja, aumento do número de escolas em tempo integral, geração de emprego, aumento de leitos hospitalares e nos programas Vale Universidade, Vale Universidade Indígena, Bolsa Atleta e Bolsa Técnico.

Nesses dois anos e meio do seu segundo mandato, o governador de Mato Grosso do Sul aumentou o número de escolas em tempo integral. Em 2018 eram 29 e neste ano são 97, com a estimativa de atender 25 mil alunos. Aumentou a oferta de bolsas nos programas Vale Universidade Indígena de 1.800 em 2018 para 2.000 neste ano. E o Bolsa Atleta e Bolsa Técnico, de 170 em 2018 para 265 neste ano.

O Portal de notícias da Globo destaca ainda o desempenho do governo de Mato Grosso do Sul na geração de empregos. Cita que, conforme dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), em 2018 o Estado tinha saldo negativo. Em 2019 foram gerados 12.599 postos de trabalho, quinto melhor resultado entre os estados, e os números continuaram crescendo, fechando os cinco primeiros meses deste ano com saldo positivo de 24.340 vagas.

Entre os 10 itens considerados pelo G1 como não cumpridas ou cumpridas em parte, pelo menos 7 não avançaram por não depender exclusivamente do Governo do Estado. São os casos da melhoria da Malha Oeste e a construção da ponte sobre o rio Paraguai que, por serem áreas de competência federal o que o governador Reinaldo Azambuja vem fazendo são articulações com os governos federal e do Paraguai para viabilizar esses projetos.

No caso do Aquário do Pantanal, vencida as questões que estavam sendo discutidas na Justiça, o atual governo retomou as obras e hoje existem 13 frentes de trabalho na execução do projeto.

Veja aqui a matéria do G1 nacional.

Paulo Yafusso, Subcom

Foto: Chico Ribeiro/Arquivo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *